Diego Rhoger,   fundador e CEO da Academia Gastronômica e GastroBox, em um de seus workshops.

Diego Rhoger, fundador e CEO da Academia Gastronômica e GastroBox, em um de seus workshops.

 

Entrevista: Diego Rhoger - como fazer o Treinamento de Equipes e Marketing

 

No comando dos módulos Business e Growth do In.Deep, Diego Rhoger é fundador e CEO da Academia Gastronômica e GastroBox. Há mais de uma década, ele atua como consultor gastronômico especializado em Treinamento de Equipes e Marketing. É, ainda, consultor em Modelagem de Negócios e Metodologias para o Desenvolvimento de Startups.

 

Diego aproveitou toda sua bagagem profissional para pensar em módulos que compõem a jornada imersiva do In.Deep, dividida em cinco etapas. O objetivo do workshop, que tem apoio do Gimpse e do Espaço D, de acordo com o especialista, é promover cursos imersivos e apresentar formas de tirar os processos de design e inovação do papel e partir para a prática. “Existem várias formas de um negócio dar errado, mas, para ele dar certo, existem alguns requisitos que as empresas que são bem sucedidas preenchem”, completa Rhoger.

 

Focado em empresários, empreendedores e startups, o In.Deep Business é um dos módulos do In.Deep, iniciativa pensada para alavancar negócios em todas as frentes. No Business, os alunos aprenderão as mais potentes ferramentas e metodologias para desenvolvimento de negócios, gestão e planejamento estratégico.

 

A partir da metodologia de Sprint e Burnout, os participantes aprenderão a esmiuçar o planejamento estratégico para descobrir as melhores ações a serem tomadas para aprimorar ao máximo o desenvolvimento de seus negócios. Outra vantagem é que as ferramentas também podem ser usadas no desenvolvimento de projetos pessoais e/ou colaborativos.

 

Conversamos com o profissional para entender um pouco melhor como os cursos do In.Deep podem ajudar a alavancar os negócios inovadores da cidade. Confira!


Para qual tipo de profissional os cursos do In.Deep são indicados?

Os cursos do In.Deep são voltados para profissionais que atuam no empreendedorismo ou que querem fazer o intra-empreendedorismo, ou seja: quando o funcionário deseja atuar dentro da empresa como se fosse um empreendedor. São pensados também para designers e profissionais criativos das áreas de inovação, tecnologia e design.

 

Como as de Metodologias de Desenvolvimento de Negócios podem melhorar o negócio de alguém?

Ensinamos as metodologias, ferramentas e processos que as empresas mais bem sucedidas no mundo usam para dar certo nos negócios e, nos cursos, mostramos como essas ferramentas são usadas nos negócios.

 

É claro que os resultados que esta pessoa terá dependerão de como ela aplicará essas ferramentas. Todos os processos que usamos são voltados para o usuário, usando a perspectiva do Design Thinking. O que podemos garantir é que as empresas que usam estes métodos e ferramentas conseguem criar processos inovadores, tanto de produtos quanto de serviços.

 

Mas por quê investir em Metodologias de Desenvolvimento de Negócios é importante?

Toda empresa tem somente dois caminhos: ou ela está morrendo ou está crescendo. Não há como ela estar estagnada. As empresas não conseguem ficar do mesmo tamanho: ou estão crescendo ou definhando.

 

Toda empresa que está crescendo, está criando maneiras inovadoras de continuar seus negócios. A importância de conhecer os processos — e de saber o que as outras empresas estão fazendo — é criar produtos/serviços que liderem mercados de forma inovadora.

 

O que são as metodologias de Sprint e de Burnout?

Sprint é um método de gestão no qual a gente gerencia projetos de maneira rápida e ágil, diferentemente de outros métodos mais antigos. O Burnout é parecido, só que ainda mais rápido.

 

Os métodos de gestão de processos antigos eram feitos por meio de cascata, onde cada etapa do processo precisava que a anterior estivesse concluída. No Sprint, fazemos etapas paralelas e processos simultâneos, e os dois (etapas e processos) são concomitantes. Isso torna o processo final mais ágil. Com isso, a empresa ganha celeridade na implementação de produtos e serviços.

 

O Burnout é um método de gestão de processos no qual a gente aplica o Sprint em 24h ou 48h, ou seja, é ainda mais rápido. Nesse período, executamos as principais funções de um protótipo, um produto e/ou um serviço.

 

Como foi montada a grade do curso?

A grade foi montada com base nas experiências profissionais que eu tive. Também levei em consideração os vários cursos que fiz, sendo o último um curso de capacitação e gestão de projetos inovadores no MIT (Massachusetts Institute of Technology).

 

O que falta para os empreendedores e empresários entenderem a importância de um planejamento estratégico?

Nas grandes empresas, a burocracia é usada como ferramenta para se manter a hierarquia. Quando isso acontece no ambiente corporativo, você mata a ideia antes mesmo que ela nasça.

 

No universo das startups, não existe ideia certa, existe ideia testada e validada. A maioria das grandes empresas não percebem isso como um diferencial. Hoje, temos várias empresas que surgiram como subproduto de outras, como o YouTube, que acabou se tornando a maior plataforma de vídeos do mundo.

 

Atualmente, vemos grandes serviços e produtos morrendo antes de nascer por falta de processos dinâmicos para testar ideias inovadoras sem um gasto muito extenso.

 

 

Ficou interessado(a)? Inscreva-se e garanta a melhor performance que sua empresa pode ter!